Victória Farina, ariana, paulista, música,
crianças, animais, paz, Nicholas Sparkas,
Jessise J, ciumenta, sonhadora,
apaixonada, e maluca por um amor.
'' Na incerteza de amanhã, escolhi o hoje par a ser feliz.
“Pode ser que daqui um tempo eu sinta falta. Pode ser que eu chore de saudade, pode ser que eu te ligue só pra ouvir o seu “alô” e desligar seguidamente. Pode ser que eu passe em frente tua casa e fique um tempo lá na porta, lembrando das tantas vezes que fui te ver. Pode ser que o tempo demore pra curar, que eu pense em te ligar a todo momento. Pode ser que eu exclua teu número do meu celular, mas fique ansiosamente esperando você dar sinal de vida. Pode ser que eu não vá mais nos lugares onde corro risco de te encontrar, mas pode ser que quando eu te encontre, sinta o mundo desabando. Pode ser que eu deixe nosso caso pra acontecer na próxima vida. Pode ser que eu entenda que isso jamais dará certo por simples motivos: não somos certos um para o outro, você não sente por mim o que eu sinto por ti, e sou muito pouco para o que você procura. Mas também pode ser que você sinta a minha falta, que finalmente quando eu abrir mão de ti, você perceber o quanto eu era especial na sua vida. É provável que ficarei bem, logo isso não será mais um problema, e aí você me queira. Me queira por inteira, me queira como sua, me queira apresentar para os teus amigos, queira me fazer feliz, e ser o motivo do meu sorriso. Aí rapaz, será tarde demais. Pode ser que você sofra, pode ser que meu coração esteja necessitando de ti e aceite. É, pode ser, quem sabe.”

“Desculpa, foi sem querer, sério. Aliás, praticamente tudo que eu faço é sem querer, mas não reclama, gostar de você foi assim também.”
Soulstripper.     (via v0ceeumapartedemim)

“Mas quando ele te liga, você fica mansa. É, eu sei.”
Projota (via itsyouandmelove)

“Eu ouvi promessas, e isso não me atrai.”
Pitty.   (via rotulacao)

“Pra ti eu me entrego fácil. É sem querer, quando percebo já foi.”
Refiz (via revejo)

Um dia falei pra minha mãe que estava triste. E ela se surpreendeu quando me viu dizendo aquilo e disse: - Nossa, você tá triste?Porque? E eu disse: - Ah mãe, sei lá. Acontece tanta coisa, tantas coisas que a gente não queria ter visto, tantas palavras que machucam, decepções de pessoas que a gente não esperava, tanto amor não correspondido que as vezes cansa. E ela me disse: Nossa filha! Porque não me disse antes tudo isso?Eu achava que sua vida não tinha essas coisas. E então eu disse: Passo um bom tempo do meu dia triste, mas eu não admito isso pra ninguém mais, nem pra mim mesma. Antes eu passava horas chorando no meu quarto, ou então eu ia tomar banho para ninguém ver o tão forte que estava meu choro. Eu pegava no sono de tanto chorar, quase sempre. Acordava no dia seguinte querendo que aquilo fosse um pesadelo. E depois de muito tempo ouvindo meus amigos dizendo ” não aguento mais ver você assim, e não sei mais o que fazer pra te animar” eu cansei. Eu quis realmente me ajudar. Foi aí que eu comecei a fingir que nunca estava triste. Comecei a não esperar nada de ninguém, comecei a fazer pouco caso do amor. Amor? O que é isso mesmo? Quando me sentia estranha e sozinha, coloca minha música preferida em tom alto e cantava mais alto do que meus pensamentos, fazia tipo uma competição, e lutava com todas as minhas forças para que minha voz fosse mais forte. Parei também de fazer jogo com as pessoas. Se eu não estava afim de falar eu não estava e pronto, não falava, não atendia, não respondia mensagens. E se alguém questionasse, eu respondia: ” Desculpa, eu peguei no sono.” Fiz de mim mesma minha melhor amiga, pois sabia que estavam todos cansados de ouvir minhas histórias deprimentes. Já não queria mais ouvir consolos, eu também estava cansada disso. Estava cansada de tudo que travava meu sorriso. E liguei o foda-se. Já não cobro mais as pessoas por falta de atenção. Não questiono falando: ”Porque não me ligou ontem?” Cansei de ouvir desculpas, se ela não ligou foi porque não quis e fim de papo. Cansei de me declarar todos os dias com atitudes e palavras para as pessoas que eu gosto e não receber quase nada em troca. Não que cansei delas, mas cansei de todos esses sentimentos banais. E minha mãe falou por fim: Nossa! Não sei mais definir o que você é, ou o que sente. E eu por fim disse: Fria, talvez… 


1 year ago • (viareblog